quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Nem as estrelas

Aquele dia o vento batia em seus cabelos, era tão lindo a forma que seus cabelos balançavam e você sorria. Não pode haver uma garota tão linda e delicada como você, impossível haver algo tão belo. Seu sorriso sempre capaz de iluminar as noites mais escuras, as estrelas não podem se defrontar com você, elas não conseguem ser tão belas. Quando você foi criada a ordem era criar algo que jamais pudesse ser alcançado, a perfeição de uma forma que nunca foi feita, no fim saiu você. Os anjos se curvaram a sua beleza e sua luz quando ai da era um bebê. Hoje eu vejo o quanto elas fazem o vento soprar perto de você, para que seus cabelos se mecham e seu sorriso brilhe acima de todos os céus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário